terça-feira, maio 12, 2009

Brevíssima vida e morte de um metrossexual e suas lamentáveis conseqüências.


Se uma pessoa em cada país tivesse metade da rebeldia que tem o meu cabelo, o mundo estaria perdido. O planeta, cheio de terroristas, viveria em constante guerra; batalhas seriam travadas a cada minuto. Assim como as batalhas que travo diariamente com o pente em punho.

Buscando acomodar os fios em fúria que habitam meu couro cabeludo, já tentei tudo quanto foi corte: “V.O.” ou o famoso “cuia”, bem curto, mullet ou pega-rapaz de Chitãozinho e Xororó, topete, moicano quando passei no vestibular e até mesmo cabelo comprido na fase adolescente-fã-do-Ramones. Vale ressaltar que esta última não foi a melhor das minhas idéias, fiquei a cara de Gal Costa.

O corte que mais me adaptei até hoje é o atual. Com ele, o cabelo fica meio grande, as pontas cacheiam um pouco e o peso dos fios acaba assentando a juba. É meio retrô, meio anos 70, mas é o único que não me faz sentir ridículo. Além do que, num particular dia de sorte, já assoviaram pra mim na rua e me chamaram de anjo barroco. Portanto, já está valendo. Esse é o corte.

Mas, certo dia, sem causa aparente, a cabeleira começou a ficar extremamente ressecada. Os fios pareciam não se entender, a textura ficou áspera, eu nunca conseguia penteá-los e comecei a temer que a alcunha de anjo barroco acabasse dando lugar mais uma vez à cantora da Tropicália. Procurei Rodriguez, o sujeito que corta meu cabelo. (Não pega bem chamar de cabeleireiro).

- Rodriguez, tô preocupado, meu cabelo tá uma palha. Dê uma olhada aí, por favor.

- É, Pedro, realmente... está bastante ressecado. Que xampu você está usando? – perguntou Rodriguez enquanto analisava minuciosamente os fios de arame em minha cabeça.

- Acho que é Pantene 2 em 1. – respondi, puxando pela memória.

- Então troque. Use um xampu e um condicionador. Caso não melhore você vai precisar fazer uma hidratação. – sentenciou Rodriguez.

- Hidratação? Tá doido? Vou ficar aqui no salão com uma touca na cabeça?

Rodriguez respondeu sorrindo:

- Relaxe, Pedro. Hoje em dia tem alguns produtos que a gente aplica no cabelo e só massageia. Daí lava e pronto. Não precisa colocar a touca.

- Tudo bem. Vou mudar o xampu e, se não der resultado, fazemos o que você disse. – respondi resignado.

Fiz exatamente o que Rodriguez mandou. Fui até uma farmácia e comecei a procurar na prateleira novos produtos que pudessem resolver meu problema. Dei prioridade aos frascos mais bonitos, com formatos diferenciados e mais caros. Que outro critério eu teria? Todos falavam de aloe vera, maciez, reparação intensa e profunda, toque aveludado e outros detalhes pouco masculinos do gênero.

Depois de tirar onda de boiola na fila do caixa com tanto cosmético na mão, voltei pra casa, tomei um banho e já substituí o antigo e pouco sofisticado 2 em 1 pelos novos e extorsivos produtos. Agora entendo porque mulher gasta tanto dinheiro. Tomara que Deus me dê uma esposa de cabelo bom. Aliás, ainda assim ela vai gastar tempo e dinheiro nos salões da vida, aposto.

Apesar de sentir uma grande diferença na própria textura do produto e também perceber meu cabelo bem mais liso durante o banho, quando saí do chuveiro e os fios secaram, a esponja de aço reapareceu em minha cabeça. Pensei: normal, deve melhorar daqui a uma semana usando tudo direitinho.

Uma semana se passou e nem sinal da maciez intensa. Duas semanas se passaram e nada do toque aveludado. O desespero me levou de volta ao salão de Rodriguez. Desta vez, com um boné na cabeça.

- Boa noite, Rodriguez tá aí? – perguntei no balcão.

- Ele não veio hoje, está adoentado. – respondeu a atendente. E completou – será que algum outro cabeleireiro poderia te ajudar?

Pensei em dizer que não e ir embora pra casa. Já não bastava o constrangimento de fazer hidratação, ainda tinha que ser com um desconhecido? Mas o cabelo já tinha chegado no limite: mais um fim de semana e eu viraria rastafari.

- Preciso fazer uma hidratação. – sussurrei.

- Hein? – perguntou a mulher.

- Eu preciso fazer... – diminuí o tom de voz - ... uma hidratação.

- Uma hidratação normal ou uma hidratação profunda? – berrou a atendente.

- Qualquer uma. – sussurrei de novo.

- Maicon! Este rapaz vai fazer uma hidratação com você. – o grito da infeliz atravessou o salão de beleza.

Maicon, um sujeito andrógino, meio homem, meio mulher, com um cachecol vermelho sangue em pleno calor da Bahia, cabelos arrepiados e descoloridos, me conduziu até a cadeira de lavagem. Tirei o boné e sentei. Enquanto massageava os fios, Maicon desmunhecou enquanto revirava os olhos:

- Me-ni-noooo.... que cabelo duuuuuuuuuro!

Quase que eu respondo: “- nesse caso é só o cabelo, amigo. Nem se anime”. Mas acabei respondendo:

- É por isso que eu tô aqui.

- Não se pre-o-cu-pe... vamos dar um jeito nisso. – disse Maicon, já aplicando um produto e, para meu desconforto, continuando uma espécie de cafuné feito por mãos masculinas. Se é que masculino seria o gênero mais apropriado para qualificar Maicon.

Àquela altura, muitos eram os olhares lançados sobre mim e Maicon. O salão estava repleto de mulheres fazendo as unhas, os cabelos, preparando-se para o final de semana. E eu ali, constrangido, fazendo parte do mesmo contexto que elas.

- Pronto. Agora vamos para a cadeira. – disse o cabeleireiro (esse sim é cabeleireiro) enquanto ajeitava a toalha branca sobre meus ombros.

Eis que, para minha surpresa, Maicon abre uma gaveta e retira de seu interior uma touca prateada, grande, reluzente, parecia um artefato alienígena. Sem graça, cercado de gente, perguntei em voz baixa:

- É necessário usar isso?

- Claaaaaaaro...! É isso que dá a reação química que vai deixar seu cabelo macio, sedoso, vai abrir o brilho... – e, entre um remelexo e outro, Maicon colocou a touca em minha cabeça.

Ao olhar no espelho, deparei-me com uma cena ridícula: o ser andrógino agora era eu. Jamais poderia imaginar que um dia eu pudesse ficar parecido com Dona Benta do Sítio do Pica-Pau Amarelo.

- Agora é só aguardar 30 minutinhos. Volto já. – disse o cruzamento híbrido de David Bowie com Freddie Mercury enquanto sumia rebolativo pelo salão.

A vontade de tirar aquela touca e fugir com meu cabelo duro pra casa era grande. Mas, eu queria chamar a menor atenção possível. Desejava apagar ali e só acordar quando tudo terminasse. A única forma que encontrei de amenizar o constrangimento foi pegar uma Contigo que estava no balcão ao lado, abri-la no meio, erguê-la até a altura da cabeça e fingir que estava lendo a revista. Fiquei assim por meia hora. Sem passar a página.

Eu já sentia espasmos nos braços quando Maicon resolveu voltar. Retirou a touca e me levou para enxaguar o cabelo. O silêncio que agora fazia o sujeito e também a falta do trambolho em minha cabeça fez-me experimentar uma confortante sensação de alívio. Parecia que ninguém mais reparava que eu estava ali. Até que passou uma chamada da novela na televisão e o moçoilo resolveu dar um chilique:

- Cauã! Cauã! Que ser ma-ra-vi-lho-so... vixe, olhe o meu braço. Me arrepiei. – disse Maicon chamando mais uma vez a atenção para ele. E para mim.

As mulheres riram, alguns cochichos foram trocados e eu voltei para a cadeira em frente ao espelho. Imaginei que meu cabelo seria penteado e eu iria embora com o problema resolvido. Mas, não: Maicon retirou a touca da gaveta de novo e foi colocando em minha cabeça. Segurei seu braço impedindo o ato e perguntei:

- Peraí. De novo?

Demonstrando possuir um resquício de testosterona no corpo, Maicon forçou o braço pra baixo e logo eu me tornava Dona Benta mais uma vez.

- De novo sim! Senão a reação química não é finalizada. – e completou num irritante tom didático – Aí, você vai ter jogado fora o seu dinheiro e o pior de tudo: eu vou ter jogado fora o meu trabalho.

- Mais quanto tempo com isso? Mais meia hora eu não fico. Tenho que ir pra casa. – perguntei, já disposto a abandonar tudo aquilo e montar uma banda de reggae ou tocar no Ilê-Ayê.

- Só 10 minutinhos. Que homem agoniado, meu Deus! – respondeu o desaforado Maicon.

Resolvi que era melhor não discutir mais nada, que quanto mais resiliente eu fosse, menos chances de repuxos afetados do cabeleireiro e menos olhares sarcásticos lançados em minha direção.

Eu e a Contigo cumprimos os 10 longos minutos. Fui ao caixa, paguei, dei um aceno de longe para Maicon e abri a porta de vidro com uma satisfação que poucas vezes eu tive ao deixar um lugar.

No dia seguinte, liguei para o celular do dono do estabelecimento.

- ... pois então, Rodriguez, o cara colocou uma touca prateada em minha cabeça por duas vezes seguidas com o salão cheio de gente. Você me disse que era só uma massagem no cabelo e pronto. Se eu soubesse disso não teria feito essa hidratação. – falei chateado, com a propriedade de quem já é cliente há 12 anos.

Entre consternadas desculpas, Rodriguez disse não ter entendido o porquê da utilização da touca. Cerca de 15 dias depois, retornei ao salão para cortar cabelo. Ao pisar os pés no lugar, um grito chamou a atenção da numerosa clientela:

- Me-ni-no! Quer que eu perca o emprego, é? Foi se queixar com Seu Rodriguez da minha hidratação profunda! – exasperou-se Maicon, com as mãos na cintura e um dos pés batendo rapidamente no chão.

Calado, fui até a cadeira de Rodriguez. Desta vez, cortei o cabelo folheando uma Playboy sem nenhum constrangimento. Por dois motivos: para não deixar dúvidas a quem quer que seja sobre minha masculinidade e porque Maicon, de maneira muito bem-sucedida, conseguiu finalizar minha cota de constrangimento dentro de um salão de beleza.

48 comentários:

Valéria disse...

Psiu! No lugar da revista Contigo, leia a revista Caras, tem uns anúncios interessantes de uma agência que admiro muito. Bjs

Gabriel disse...

e o cabelo nd de ficar bom...

Caroline Yussa disse...

Seus posts são sensacionais.

Lui disse...

Rindo muito e imaginando a situação...

Parabéns pela escrita brilhante.

Rueda disse...

PQP! me segurei pra nao rir aqui no trabalho!

Sensacional essa história!

só contigo mermo!

abraço!

KAROL BRITO disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.... Peu, vc realmente não existeeee.... to aqui me acabando de rir com essa história... seu blog é uma verdadeira terapia pra mim... Eita saudade de tu viu... Bjosssssss coisa mais linda e mais engraçada!!!!

Nayrana disse...

Pedro, seu blog é sensacional e este último post foi hilário!!! Estou aqui rindo até agora!!!
Parabéns =)
E finalmente,o cabelo ficou bom?!
P.S.: Sou amiga de Viviane (Personagem Principal) e acabei conhecendo seu blog através do Embrulho no Estômago.

Hanne disse...

Hahaha! Adorei Peuu!!
Mas e o resultado da super hidratação??!
Beijos

Anónimo disse...

Melhor vc descobrir quando é a folga de Maicon....ou então vai passar por isso toda vez que for ao salão!!!rsrs
Parabéns Peu...mais um post fantástico!!
Saudades de vc!
bjs Noya

Evelyne disse...

Minhas noites continuam sendo alegradas!rs Alem de muitos risos estou tb imaginando a cena...
Beijos

Viviane Costa disse...

Venho te comunicar que meus amigos concurseiros acabaram de eleger seu blog uma terapia alternativa. No intervalo de hj só deu Rodriguez, Maicon e a bendita touca prateada. Crise de riso geral.
Mas, pelo menos, surtiu algum efeito? Eu sempre acho que hidratação é jogar dinheiro fora.
Bjs.

Roberta disse...

Hahahahaha...
Eu me lembro exatamente desse dia, vc chegando em casa pedindo pra eu cheirar seu cabelo, porque vc tava achando o produto fedido, mas na verdade não era, vc que não tá acostumado... Hahahahaha
Mas seu cabelo é lindo, Peu!! E agrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrada horrores!!!
Bjos

Josi disse...

E os cachinhos??? Estão legais agora????

Beijos

brunoagra disse...

fio, vc dormiu com o cafuné de maicon ? abc

Luciana disse...

Peu, seu cabelo é tão duro, mas tão duro, que Maicon deve ter feito uma hidratação na mão dele depois do cafuné!

Exagerado!! rsrsrs

Beijos!

Pedro disse...

Val: infelizmente não tinha CARAS. Só tinha essa Contigo um pouco antiga... se não me falha a memória, a capa era o casamento de Marcos Frota e Carolina Dieckmann. Obrigado pelos “anúncios interessantes”. Cadê as tais bolas de boliche? Rs

Bjo!

-------

Gabriel: pois é, a genética é cruel.

Abraço!

-------

Caroline: obrigado! Você tem blog?

Beijo!

-------

Lui: já que o cabelo não fica brilhante, fico feliz de receber um elogio desses. Obrigado.

Beijo!

-------

Rueda: cuidado pra Chico não ver. Não quero ter que cobrir seu salário milionário pra você voltar pra Boanova.

Abraço!

-------

Kerol: eu existo sim e logo, logo, tô indo aí em Maceió te visitar. Saudade de você também, figura.

Beijo!

-------

Nayrana: prazer! Vivz é uma grande figura amiga. Por tabela, somos amigos também. Obrigado pelos elogios. Já o cabelo... logo depois da hidratação ficou bom. Aliás, ficou sensacional. Mas depois o caos capilar voltou a reinar. Aí Rodriguez veio me dizer que isso já era esperado, que eu teria que estar fazendo sempre. Deu vontade de quebrar o salão todo, com Maicon e tudo. Apareça!

Beijo.

-------

Hanne: durou pouquinho Hanneusa! Não é nada fácil ter um cabelo sedoso como o seu :)

Beijo!

-------

Noya: que susto. Quando comecei a ler o que você escreveu achei que você ia sugerir que eu convidasse Maicon para algum programa a dois. Não adianta, o sujeito tá lá quase todas as vezes que eu vou cortar cabelo. E ainda teve uma vez que Rodriguez não estava e ele me viu no balcão e disse: “me-ni-no... deixe que eu corto seu cabelo!”. Passei o fim de semana todo de boné.
Saudade também. Vamos marcar de sair?

Beijo!

-------

Evelyne: alegre fico eu de saber disso. Espero que as coisas, diferentes de meus cabelos, estejam mais acomodadas!

Beijo!

-------

Vivz: olha, não quero ser responsável por nenhuma reprovação nos concursos, hein? Que bom que a galera tá curtindo. Você tem razão, Vivz: hidratação é a forma mais fácil e vergonhosa (no meu caso) de torrar dinheiro. Mas, pra que você precisa de hidratação mesmo?

Beijo!

-------

Ró: pois é, você tava no dia que eu cheguei em casa com o cabelo fétido. Ainda tinha isso: o produto fedia horrores. E ainda tive que ficar o fim de semana sem lavar o cabelo em pleno verão. Decididamente essa foi a maior maluquice que eu já fiz. Melhor tentar agradar com o cabelo ressecado mesmo.

Beijo!

-------

Josi: fui padrinho de casamento semana passada e passei em Rodriguez para remover os cachos. Rs. Ficou mais apresentável para a ocasião.

Beijo!

-------

Bob: nem te respondo. Dormi, sim. E de conchinha. Droga, acabei respondendo.

Abraço!

-------

Lu: poxa, pegou pesado! Rs.

Beijo!

Caroline Yussa disse...

Oi Pedro, não tenho Blog...
Vi o link do seu Blog,li, gostei e desde então sou leitora assídua. Divertidíssimo.

bj

Diego! disse...

Estava adorando o texto, até o show de implicância com o pobre Maicon.

Coitado!
Ele não tem culpa do seu cabelo ser ruim...hauhauhua

Brincando...Morro de vergonha de salão. Uma vez estava com o cabelo grande , e para cortar a mulher resouvel colocar piranhas no meu cabelo.
Na mesma hora disse que queria passar a maquina!

Lui disse...

Pedro...

Não acredito que o cabelo seja tão ruim assim...rs
Seu blog já está nos favoritos e eu não me canso de enviar o link , praticamente como spam para a galera se divertir também...

Lí quase todos os posts e até agora não consigo decidir o que mais gostei... Vou esperar pelos próximos...

Beijinhos, Lui.

Pedro disse...

Carol: morria e não sabia que Yussa era um sobrenome de origem oriental. Vi que temos uma amiga em comum: Lu Prisco. Grande figura querida. Que bom que aparece sempre aqui. Qual o post que você mais gostou?

Beijo!

-----

Diego: eu não impliquei com Maicon. Ele foi quem implicou comigo. E, agora, é você quem está implicando. Quem disse que eu tenho cabelo ruim? Rs.
Que pena que você não corta o cabelo em Rodriguez... senão a gente poderia marcar de ir junto. Um ao lado do outro, um com piranhas na cabeça e outro com a touca prata. Pelo menos a gente dividiria a vergonha.

Abraço!

-----

Lui: só pra você ter uma noção, no jogo de futebol do prédio estou proibido de cabecear a bola. Já furei umas três. Que bom que ta divulgando o blog. E, melhor ainda que esteja aparecendo sempre. De onde você é?

Beijo!

Paulinha disse...

Cunhetz, estava aqui chorando de rir com o post, achando que eu ja tinha lido os segredos mais íntimos dos seus fios rebeldes, quando me deparo aqui nos posts com o seguinte trecho (da sua autoria mesmo): "fui padrinho de casamento semana passada e passei em Rodriguez para remover os cachos"
Quer dizer que você fez escova pro casamento de mirela??????? olhe, vou logo avisando que vc esta proibido de fazer escova no casamento de campelo e livinha!!! me recuso a entrar na igreja com um padrinho que esteja com o cabelo mais liso que o meu!!! hahahaha!!
beijooooo

Caroline Yussa disse...

Oi Pedro, pois é...meu sobrenome é importado.rs
Então...a Lu é minha amigona!Temos alguns outros em comum além dela...
Seus posts são muito bons! Dou altas risadas. Está de parabéns!
Mas não tenho como eleger um, pois vc tem histórias sensacionais! Gostei demais da passagem "Pedro não pode ser contrariado". Eu bem conheço dona Terezinha! hahahaha
E morri de rir com os "Três canhões". Parecia que eu via Shell aqui diante de mim.rs

Bjão

Lui disse...

Como assim?? Não é um cabelo então, trata-se de arame farpado?? Hehehe...

Sou Carioca, daquelas que falam sinixxxxtro...rs

Vou cobrar novos posts. Ontem chorava de rir no plantão e ninguém entendia nada... Fiquei me perguntando como a escrita nos torna intimo das pessoas, né?? Tô curiosa até agora para saber como anda o Intestino de Pablo...kkkkkk


Beijinhos.

Iris disse...

Crise de riso, mas o cabelo?!?!?! melhorou??? rssssss, vou visitar aki sempre agora, bjbjbj.

Gabriel disse...

24 é malz

Pedro disse...

Paulinha: calma, veja bem, é que... bom, eu não fiz escova. Apenas pedi para Rodriguez arrancar os cachos. E, com a tesoura, habilmente, assim ele fez. Não se preocupe: nem com Alisabel meu cabelo ficaria mais liso que o seu. Mas também, você não quer que eu entre na igreja de braços dados com você e de boné, não é?

Beijo!

-----

Carol: como assim você conhece Dona Terezinha? Será que você foi minha colega-fantasma no San Joseph? Rs.

Beijo!

-----

Lui: é quase isso. Fim de semana passado estava em sua terra. Cidade feia a sua, hein? Pena que estava chovendo. Mas, logo, logo, pretendo voltar.
Bom, fique tranquila: Pablo nunca mais teve uma diarréia aguda numa festa. Tampouco precisou utilizar (e interditar) o meu banheiro.
Você é médica? Não sei se você já percebeu, mas sou um pouco hipocondríaco.

Beijo!

-----

Iris: o cabelo melhorou sim! Porém, só tive o prazer do vento balançando as madeixas por apenas uma semana. Logo depois tudo voltou ao normal. E é óbvio que eu não pretendo repetir a dose do tratamento.
Apareça!

Beijo!

-----

Gabriel: qual seu trauma com 24 mesmo? Freud explica.

Abraço!

Anónimo disse...

Afff Pedro nao conseguem nem cogitar a possibilidade da preseça de um(a) medico(a) que ja quer uma consulta!!!!rsrs
PARA COM ISSO!!!!
Bjs Noya

Lui disse...

Pedro,

Sou Médica Veterinária.
Acho que não ajuda, né?? rs

O Rio realmente é lindo, Obrigada. Em Julho estarei na sua terra, que não perde em nada pra minha.
Que bom que Pablo está bem. hehehe.

Beijinhos e... já lí todos os posts. Quero mais....

Gabriel disse...

era de uma veterinaria mesmo q o menino tava precisando... ele eh um animalll

Roberto Camara Jr. disse...

Moreno,
teus textos estão cada vez melhores.
Te linkei num post do Me Tire Deste Ócio!!!
Um abraço.

Dedinhos Nervosos disse...

Com touquinha na cabeça e lendo Contigo??? Olha... ahhahahaha

Mas fala, o cabelo ficou bom? Vc poderia ter feito tb uma cauterização... passa até chapinha! hahahahaha

Bjos!

Evandro Varella disse...

Pedro meu amigo virtual,
Tu tinha que ter tirado uma foto, nem que fosse com o celular, pra ilustrar o tema deste post.
Sei que não revelou o resultado do trabalho do Maicon, só pra fazer um suspense até um próximo texto, rsss mas vê se não demora muito ok?
Nossa amiga Dedinhos aí de cima anda arrasando com os textos também.
Grande abraço!

Pedro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pedro disse...

Noya: você bem conhece minha hipocondria, né? Claro, vai que ela aceita Bradesco Saúde? Eu já marcava uma consulta.

Beijo!

-------

Lui: quando estiver por aqui, me avisa. Quero marcar uma consulta com você. Rs.
Logo, logo, vou postar uma nova história. Olha, você mandou o link do seu blog, mas eu não to encontrando em que post foi. Manda pra mim de novo?

Beijo!

-------

Gabriel: ...

-------

Robertinho: obrigado, moreno! Fico feliz que esteja gostando. Vou lá dar uma olhada no Me Tire Deste Ócio.

Abraço!

-------

Dedinhos: e eu achando que você me daria apoio moral... mas, não. Aproveitou pra tirar sarro também, né? Rs.
Minha cota de metrossexual nesta vida terminou!

Beijo!

-------

Evandro: se eu não queria nem mesmo sair de trás da Contigo, imagine tirar uma foto em pleno salão cheio de mulheres. Fico te devendo essa.
Pois é, apesar de eu estar um pouco sumido, saiba que gosto muito do blog de nossa amiga Dedinhos e do seu – principalmente das histórias do Dudu. Rs.

Abraço, amigo!

Lui disse...

www.camisolachocolateeedredon.blogspot.com

Beijinhos.

Pati Silveira disse...

(Rindo MUITO)Obrigada por me proporcionar essas minhas gargalhadas depois de quase 1 mês no hospital com minha Mamy...Esse seu cabelo é o MÁXIMO por isso! ;)
A D O R E I E S S E P O S T!
Beijo enorme,
Pati

Gabriel disse...

essa proxima historia deve ser mtooo boa... pra ta demorando tanto...

ceraunavolta disse...

rararararara!
passo pelas mesmas dificuldades com o meu cabelo! Florida. Gostaria que ele fosse auto-limpante, que nem liquidificador. E sempre bom. Mas nao dá. Fazer o que, nao é?

Anónimo disse...

Adoro as searas imagéticas que a net nos apresenta... aqui mais uma... leve e divertida!!!

Um acaso de sabor... Gostei!

Beeeeeeeeijos

Verônica

Anónimo disse...

[u][b]Xrumer[/b][/u]

[b]Xrumer SEO Professionals

As Xrumer experts, we have been using [url=http://www.xrumer-seo.com]Xrumer[/url] for a long immediately conditions and know how to harness the massive power of Xrumer and go off it into a Bills machine.

We also purvey the cheapest prices on the market. Many competitors see fit order 2x or even 3x and a end of the opportunity 5x what we debt you. But we feel in providing enormous mending at a debilitated affordable rate. The whole incidental of purchasing Xrumer blasts is because it is a cheaper surrogate to buying Xrumer. So we focusing to keep that mental activity in recollection and outfit you with the cheapest rate possible.

Not just do we take the unexcelled prices but our turnaround time payment your Xrumer posting is wonderful fast. We will pull someone's leg your posting done before you know it.

We also outfit you with a sated log of affluent posts on different forums. So that you can see also in behalf of yourself the power of Xrumer and how we be struck by harnessed it to benefit your site.[/b]


[b]Search Engine Optimization

Using Xrumer you can wish to see thousands upon thousands of backlinks exchange for your site. Myriad of the forums that your Site you settle upon be posted on oblige high PageRank. Having your tie-in on these sites can really serve strengthen up some top quality help links and as a matter of fact as well your Alexa Rating and Google PageRank rating through the roof.

This is making your site more and more popular. And with this increase in popularity as familiarly as PageRank you can envisage to witness your site really rank high-pitched in those Search Engine Results.
Conveyance

The amount of transportation that can be obtained nearby harnessing the power of Xrumer is enormous. You are publishing your plat to tens of thousands of forums. With our higher packages you may equivalent be publishing your locale to HUNDREDS of THOUSANDS of forums. Ponder 1 post on a all the rage forum drive usually enter 1000 or so views, with signify 100 of those people visiting your site. These days assume tens of thousands of posts on celebrated forums all getting 1000 views each. Your freight ordain associate through the roof.

These are all targeted visitors that are interested or curious far your site. Deem how assorted sales or leads you can fulfil with this great gang of targeted visitors. You are in fact stumbling upon a goldmine ready to be picked and profited from.

Retain, Transport is Money.
[/b]

BECOME ENTHUSIASTIC ABOUT YOUR TWOPENNY BURST TODAY:


http://www.xrumer-seo.com

Anónimo disse...

Be at lone Our Risqu‚ Prices at www.Pharmashack.com, The Unequalled [b][url=http://www.pharmashack.com]Online Chemist's [/url][/b] To [url=http://www.pharmashack.com]Buy Viagra[/url] Online ! You Can also Prophesy Greater Deals When You [url=http://www.pharmashack.com/en/item/cialis.html]Buy Cialis[/url] and When You You [url=http://www.pharmashack.com/en/item/levitra.html]Buy Levitra[/url] Online. We Also Be struck wide of a Illustrious Generic [url=http://www.pharmashack.com/en/item/phentermine.html]Phentermine[/url] On account of Your Regimen ! We Mission away Producer repute [url=http://www.pharmashack.com/en/item/viagra.html]Viagra[/url] and Also [url=http://www.pharmashack.com/en/item/generic_viagra.html]Generic Viagra[/url] !

Anónimo disse...

Magnetism casinos? inspect this steady [url=http://www.realcazinoz.com]casino[/url] groove escape and indistinct on up online casino games like slots, blackjack, roulette, baccarat and more at www.realcazinoz.com .
you can also into our perceptive [url=http://freecasinogames2010.webs.com]casino[/url] inform at http://freecasinogames2010.webs.com and glean induce valid fortune !
another groovy [url=http://www.ttittancasino.com]casino spiele[/url] purlieus is www.ttittancasino.com , in compensation german gamblers, immensity unrestrained online casino bonus.

Anónimo disse...

http://site.ru - [url=http://site.ru]site[/url] site
site

Anónimo disse...

[url=http://www.23planet.com]online casino[/url], also known as settled casinos or Internet casinos, are online versions of unwritten ("chunk and mortar") casinos. Online casinos assistance gamblers to skedaddle ingredient in and wager on casino games halfway of the Internet.
Online casinos customarily bring up up as a replacement for trade odds and payback percentages that are comparable to land-based casinos. Some online casinos invite on higher payback percentages in the result in producing of douse appliance games, and some magnanimous noted payout fraction audits on their websites. Assuming that the online casino is using an suitably programmed unspecific epitomize up generator, catalogue games like blackjack suffer with an established congress edge. The payout hold a allowance bully of these games are established at affable the rules of the game.
Uncountable online casinos sublease in come short or be revealed their software from companies like Microgaming, Realtime Gaming, Playtech, Supranational Underhandedness Technology and CryptoLogic Inc.

Anónimo disse...

top [url=http://www.001casino.com/]free casino games[/url] brake the latest [url=http://www.realcazinoz.com/]free casino[/url] unshackled no deposit reward at the best [url=http://www.baywatchcasino.com/]casino
[/url].

Anónimo disse...

Hi to all, the contents present at this web site are really awesome for people experience, well, keep up the good work fellows.|
[url=http://instantonlinepayday.co.uk/]payday loans with bad credit
[/url]

Anónimo disse...

http://iphonewild.net/ http://www.iphonewild.net/

acne.org
cystic acne
adult acne
http://homeremediesforacnepro.webs.com
how to get rid of acne scars
home remedies for acne
baby acne
how to get rid of acne
how to get rid of acne scars
how to get rid of acne scars
http://acne-scar-treatment.webs.com/
acne.org
acne scars
adult acne
acne.org
acne.org
baby acne
acne scar treatment
acne scars
acne scars
adult acne
Credit Card Consolidation Loan
Tbilisi Hotel
free dating websites

Anónimo disse...

Hello! I just would like to give an enormous thumbs up for the great data you’ve got here on this post.
I will be coming back to your blog for more soon.

Review my web site ... female plastic surgeons on long island